Maktub

sexta-feira, 20 de agosto de 2010 18:01 Postado por Marina Amancio

Nas entrelinhas eu falei tudo o que por ti sentia, com a esperança de que meus gritos de socorro e desespero, contidos nessas singelas palavras te tocassem. Quantas noites de insônia passei por pensar em ti e me sentir culpada. Oh culpa, como pode me perseguir por um sentimento tão puro que nasceu de uma bela amizade? Como eu pude pensar que Deus que ama o amor em todas as suas formas poderia me castigar por um sentimento tão santo e puro como este? Talvez o medo de me declarar, o medo de não ter o amor correspondido do modo que espero... Mas essas duvidas ficaram no passado, foram preenchidas com um sentimento novo. Sabes qual é ele? A perseverança. E sabe qual é o destino que fiz para mim? Um caminho com uma certeza ter do meu lado a pessoa que tanto esperei e procurei pelos caminhos da vida. Admito que errei algumas vezes, mesmo pensando que finalmente tinha acertado, mas com meus olhos e sentimentos humanos ainda não tinha encontrado minha outra parte, que com ele esta desde dos primórdios. Agora nos completamos, finalmente avistei meu ponto luminoso.

2 Response to "Maktub"

  1. Bárbara Lua Says:

    Ai, que lindo, Mah! Você que escreveu?
    Amei. ^^

  2. Marina Amancio Says:

    aham, fui eu que escrevi *-*

Postar um comentário